Muscletech Cell-Tech – Análise

Análise ao suplemento Muscletech Cell-Tech

O Cell-Tech da Muscletech é um dos mais conhecidos e antigos suplementos de ginásio, e embora a fórmula tenha vindo a mudar constantemente, a base continua semelhante.

É um suplemento de Creatina combinada com elevadas quantidades de hidratos de carbono, e ainda alguns ingredientes extra.

A marca descreve o produto como uma fórmula destinada a pessoas com dificuldade em ganhar peso.

Está disponível em vários sabores e no formato de 1360g e 2715g.

Cada dose é composta por 49g, e são vários os ingredientes utilizados, que vamos analisar de seguida.

Para veres a tabela nutricional e os ingredientes oficiais em detalhe clica aqui.

Vamos então começar a análise.


Hidratos de Carbono

Ingredientes

Mistura de hidratos de carbono (38g)

Polímeros de Glucose, Dextrose, Modcarb (Aveia, Amaranto, Quinoa, Trigo-sarraceno, Milho-miúdo e Chia), Amido de milho e Dextrina.

O Muscletech Cell-Tech vende-se acima de tudo como um suplemento de Creatina, no entanto, é composto por 77% de hidratos de carbono.

A Muscletech não revela a quantidade utilizada de cada um deles, mas os dois principais são óbvios: Polímeros de Glucose e Dextrose.

Tendo em conta que grande parte dos açúcares do Cell Tech são fornecidos pela Dextrose, e esta é a segunda maior fonte de hidratos de carbono do produto, é de esperar que a quantidade de Polímeros de Glucose seja semelhante, ou superior.

Os Polímeros de Glucose, também conhecidos como Maltodextrina, são bastante semelhantes à Dextrose, também conhecida como Glucose.

Tratam-se de hidratos de carbono de absorção extremamente rápida, e que vão disparar os níveis de insulina.

A Insulina é uma hormona que maximiza a absorção de nutrientes, e promove o anabolismo, mas também cessa o processo de queima de gordura, e da mesma maneira que leva ao aumento de massa magra, também promove o aumento de massa gorda.

Basicamente coloca o corpo em modo armazenamento.


Matriz de Crescimento Muscular e Força

Ingredientes

Creatina Monohidrato (3,5g) e Creatina HCl (1,5g).

Esta é a matriz onde se encontra a Creatina e são dois os tipos utilizados.

A Creatina Monohidrato muito provavelmente já conheces, é a mais estudada e considerada a forma ideal de suplementação de Creatina, e está presente numa dose de 3,5g.

Já a Creatina HCl é uma forma menos conhecida de Creatina, que aparentemente parece ser semelhante em eficácia à forma de monohidrato, e compõe 1,5g desta matriz.

Portanto, por cada dose podes contar com 5g de Creatina, a dose normalmente recomendada para quem utiliza este tipo de suplementação.

Em termos de Creatina, o Cell-Tech está bem servido.


Matriz de Aminoácidos para Volumização Celular

Ingredientes

Taurina (1g) e L-Alanina (500mg).

Esta matriz com um nome altamente apelativo consiste em dois aminoácidos.

Um deles é a Taurina que está presente numa dose de 1g.

A Taurina poderá ter ligeiros benefícios e está presente numa boa dose, no entanto os benefícios – se existirem – serão mesmo muito ligeiros.

Já a L-Alanina, um aminoácido não essencial, está aqui, mas poderia não estar, já que não traz grande coisa para a equação, se é que traz alguma coisa.

Atenção, não confundas a L-Alanina com a famosa Beta-Alanina.

Basicamente, não esperes muita volumização muscular desta matriz.


Matriz de BCAA’s

Ingredientes

L-Leucina (500mg), L-Isoleucina (250mg) e L-Valina (250mg).

Os BCAA’s são três aminoácidos com um papel importante para o crescimento e manuntenção da massa muscular, principalmente a Leucina.

No entanto, não contes muito com a matriz de BCAA’s do Cell-Tech, já que a dose é extremamente baixa.

A suplementação com este tipo de produto é feita normalmente numa dose de 5g.

A dose encontrada no Cell-Tech é de apenas 1g.

muscletech cell-tech performance


Lipoic-Tech

Ingredientes

R-ALA (100mg)

Para terminar, o Muscletech Cell-Tech conta com R-ALA.

O R-ALA é um ácido gordo com propriedades anti-oxidantes, e segundo este estudo, pode aumentar a absorção de Creatina nos músculos.

Só há um problema.

O estudo utilizou 1g de R-ALA.

O Cell-Tech utiliza apenas 1/10 dessa dose, ou seja, 100mg.


Como tomar?

A suplementação com Creatina normalmente é feita de duas formas.

Com ou sem fase de carga.

Na fase de carga por norma utiliza-se durante cerca de 5 dias uma dose de 20g, o que vai levar a que notes resultados mais cedo.

Sem fase de carga, é normalmente utilizada uma dose de 5g todos os dias.

No entanto, como já deves ter percebido, o Muscletech Cell-Tech não é um suplemento de Creatina tradicional.

Segundo a marca podes tomar uma dose por dia, mas para melhores resultados, deves tomar duas.

Se quiseres os melhores resultados, nesse caso a Muscletech já recomenda a utilização da fase de carga, em que durante 7 dias deves utilizar 2 doses de manhã e 2 duas doses após o treino/final do dia.

Ou seja, 200g de Cell-Tech por dia.

Qual é então a melhor forma de tomar o Cell-Tech?

Tendo em conta a composição deste produto, a nossa recomendação é de apenas 1 dose por dia, após o treino, e acompanhado de um batido de proteína.

Em dias sem treino, podes utilizar em qualquer altura, mas caso sintas uma quebra de energia muito acentuada passado algum tempo da toma deste suplemento, deves ajustar de acordo com o teu dia.

É importante destacar, a suplementação deve ser feita todos os dias.



Onde comprar?

Encontras este suplemento disponível aqui e ao utilizares o código GVIRTUAL ficas ainda com 10% de desconto.


Avaliação

Com este suplemento vais certamente notar resultados e ganhar peso.

Afinal de contas, vais ingerir quantidades industriais de açúcar, principalmente se seguires as instruções mais extremas da marca.

Por outro lado, muito do peso que vais ganhar será provavelmente gordura e água.

Combinar hidratos de carbono com Creatina após o treino faz sentido, mas deve ser acompanhado de proteína, algo que o Muscletech Cell-Tech não contêm.

Nesse caso talvez fosse um suplemento interessante para certos indíviduos.

São 0,93€ por batido no tamanho de 1360g e 0,65€ no balde maior.

Com este dinheiro consegues comprar os hidratos de carbono, a Creatina e o suplemento de proteína para usares após o treino.

No processo vais conseguir obter melhores resultados e ainda poupar dinheiro.

Na nossa opinião o Cell-Tech não é uma boa compra.

Se quiseres saber mais sobre a suplementação com Creatina, o nosso guia vai ajudar a esclarecer todas as tuas dúvidas e está disponível aqui.

Para consultares todas as análises a suplementos de Creatina, passa por aqui.

Notas

O preço utilizado para fazer esta análise foi o praticado pela loja Prozis, sem recurso a promoções ou descontos, e como é óbvio pode mudar a qualquer momento.

O preço utilizado foi o seguinte.

1360g – 25,76€ (0,93€/dose)

2715g – 35,53€ (0,65€/dose)

Ao utilizares o código GVIRTUAL no checkout consegues ainda 10% de desconto sob este preço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
%d bloggers like this: