fbpx
Inicio » Nutrição » Quatro mitos do ginásio (que não desaparecem)

Quatro mitos do ginásio (que não desaparecem)

Quatro mitos dos ginásios que teimam em não desaparecer

Existem imensos mitos no mundo do ginásio, e por mais tempo que passe, eles teimam em não desaparecer.

Como é óbvio, não vamos falar de todos eles, isso era tema não para um artigo mas sim para um livro.

Escolhemos quatro muito conhecidos e vamos falar um pouco sobre cada um deles.

Vamos começar pelo nosso favorito.

Transformar gordura em músculo

Estou a ganhar peso para depois transformar em músculo!

É tao verdade como transformar carne em peixe.

É impossível transformar gordura em músculo, são dois tecidos completamente distintos.

Se queres ganhar massa muscular, deves-te concentrar em ganhar massa magra, com o mínimo de massa gorda.

O oposto também existe, e consiste em transformar o músculo em gordura.

Quando deixares de treinar esses músculos vão-se transformar em gordura!

Não, se deixares de treinar os músculos não se vão transformar em gordura.

Mas é possível que ganhes gordura e comeces a perder massa muscular.

Isto porque normalmente quem deixa de treinar deixa também de se preocupar com a alimentação e deixa de praticar exercício.

mitos do ginásio

Abdominais para perder barriga

Abdominais para perder barriga deve estar no topo dos mitos de quem pensa em perder barriga.

Podes fazer os abdominais que quiseres, a gordura vai continuar lá.

Se fizeres abdominais e continuares com o tipo de alimentação que te levou a ter essa gordura, ela vai continuar a marcar presença.

Perder barriga?

80% cozinha e 20% treino.

Ah, e vais perder gordura em todo o corpo, não só na barriga.

Isto não significa que não precisas de fazer abdominais, deves fazer abdominais.

Significa sim que perder barriga envolve muito mais do que fazer abdominais.

Mudar o treino todos os meses

Muda o treino todos os meses, surpreende o músculo!

Queres surpreender o músculo?

Aumenta a carga!

Essa é a maior surpresa que podes dar aos teus músculos.

Não faz sentido mudar um treino em quatro semanas (ou menos), o teu corpo não se vai adaptar ao teu treino em tão pouco tempo.

Aliás, as adaptações não são obrigatoriamente más.

São necessárias certas adaptações fisiológicas e neurológicas para conseguires tirar o máximo proveito de cada exercício, principalmente nos mais complexos e avançados.

E adivinha.

Em quatro semanas não consegues tirar o máximo proveito possível dessas adaptações.

Isto não significa que deves seguir religiosamente o mesmo plano, com todas as variáveis iguais, meses a fio.

Podes ir testando certas coisas, e adaptando de acordo com os resultados.

Mas mudanças radicais todos os meses?

Não.

mitos ginasio

Hora de mudar?

Para ganhar músculo deves comer MUITO…

…e depois ainda mais um bocado

Para ganhares massa muscular deves comer mais calorias do que as que gastas.

Isso não significa que deves transformar a tua alimentação num banquete sete vezes ao dia.

Mesmo que utilizes só comidas teoricamente “saudáveis”.

Se o teu dia é passado sentado em frente a um computador, e o único exercício que fazes é 1 treino de musculação por dia, será que faz sentido consumires 5000 kcal?

Não.

É por isso que cada pessoa deve ter a sua dieta.

A dieta do José que trabalha na construção civil e tem um metabolismo rápido tem que ser diferente da dieta do Mário que trabalha num escritório e tem um metabolismo lento.

Mesmo que os seus objectivos sejam idênticos.

Para além disso, mais calorias não significa mais músculo.

A partir de certo ponto, significa apenas mais gordura.

Notas finais

Estes são apenas quatro, dos muitos mitos que circulam no ginásio.

Evita estes erros básicos, os teus resultados agradecem.

Que mitos acrescentavas?

Quais são os teus favoritos?

Deixa-nos a tua opinião na zona de comentários!

Deixa um comentário

O teu endereço de e-mail não será publicado. Required fields are marked *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Open

Códigos Myprotein AQUI